Se está a ver esta mensagem é porque está a utilizar uma versão antiga do Internet Explorer incompatível com o actual site da Fundação A LORD.

Actualize o Internet Explorer para a sua versão mais recente ou instale um dos navegadores de internet abaixo sugeridos por nós:


Internet Explorer

Mozilla Firefox

Google Chrome

Opera

Dinamização da Cultura, da Educação e da Sociedade

Manhã com Letras

A manhã do dia 17 de Junho da Biblioteca da Fundação A LORD foi passada com letras de olhares de menina e letras de afugentar medos. Quem as desenhou e verbalizou foi a Escritora Adélia Carvalho, no Salão Paroquial da Igreja de Lordelo e quem brincou com elas foram os alunos da EB1 de Gandra de Moreira e do Colégio Marca D’ Água.

O livro “Matilde Rosa Araújo – um olhar de menina” foi aquele sobre o qual se debruçou a primeira actividade. A autora, Adélia Carvalho, contou a história,  “Era uma vez uma menina com cabelos loiros caídos até aos ombros. Dos seus olhos claros – diz quem alguma vez os fixou – transbordava um mar de interminável ternura. Olhava para tudo como se fosse sempre a primeira vez.” A protagonista da história era, exactamente, a escritora Matilde Araújo que deu tudo o que tinha pelo bem estar dos seus alunos e ainda hoje, com 89 anos, tem os olhos em forma de coração.

Os meninos e as meninas da EB1 de Gandra de Moreira, depois de ouvirem a história, ficaram ainda mais curiosos sobre a autora e a protagonista do conto, levantando inúmeras questões e todas elas tiveram direito a respostas à altura.

No final, surpresa das surpresas, Adélia Carvalho recebeu um lote de desenhos que os mesmos alunos tinham feito na escola, sobre o Livro da Matilde.

Mas a manhã continuou, desta vez, com os pequeninos do Colégio Marca D’ Água, que, entusiasmados, ouviram a Escritora contar os segredos do Livro dos Medos. Falou-se da “bestalhuda, um animal muito esquisito com umas orelhas muito grandes, que (…) faz cócegas nos dentes”, do “bicho-papão que adora cantar e comer sabão”, de bruxas com vestidos e sapatos cor de rosa, morcegos com asas às bolinhas, … um conjunto de seres que amedrontam os meninos e os faz ter receio de dormirem sozinhos, mas que são tão esquisitos e anedóticos que, com a ajuda de Adélia Carvalho, em vez de meterem medo passaram a fazer rir.

Sim, riu-se muito, muito, naquela sala de letras.

Beijinhos e flores foram dadas, por fim, à escritora e também depositadas no bolso dela para serem oferecidos à ilustradora Marta Madureira.

As obras encontram-se à venda na Feira do Livro da Biblioteca da Fundação A LORD, organizada na Alameda de São Salvador de Lordelo (junto à Igreja Paroquial).

Partilhe!

Tags:

Sem comentários.

Responder