Se está a ver esta mensagem é porque está a utilizar uma versão antiga do Internet Explorer incompatível com o actual site da Fundação A LORD.

Actualize o Internet Explorer para a sua versão mais recente ou instale um dos navegadores de internet abaixo sugeridos por nós:


Internet Explorer

Mozilla Firefox

Google Chrome

Opera

Dinamização da Cultura, da Educação e da Sociedade

MÚSICA TRADICIONAL PORTUGUESA | 15 MARÇO

Datas: 15/03/2014 |Hora: 21:30 Localização: Auditório da Fundação A LORD, Lordelo Paredes

Cartaz

GRUPO DE CAVAQUINHOS VIR`AGORA

O Grupo de Cavaquinhos Vir`agora, nascido no interior do Grupo Cultural e Recreativo de Lordelo Os Expansivos, conta já com 17 anos de atividade.

É constituído por 10 elementos, todos amadores e com várias idades e profissões, que procuram valorizar, preservar e divulgar os instrumentos musicais tradicionais, interpretando músicas populares de todo o país.

Nos seus concertos, além do cavaquinho, instrumento base, usam a viola braguesa, o violão, o bandolim, o bombo e o acordeão.

Ao longo destes anos, o Grupo tem participado, em nome dos Expansivos, em vários eventos nacionais, mostrando sempre disponibilidade para participar em ações de cariz social e cultural.

Repertório

Fadinho serrano
Senhor da pedra
Quadras do Aleixo
Malhão de S. Simão
Mariquinhas
Avenida d’Angola
Fado do estudante
Ondas do Douro
Cantilena da boa nova
Maria
Serenata

CONJUNTO DE CAVAQUINHOS DR. GONÇALO SAMPAIO

O Conjunto de Cavaquinhos Dr. Gonçalo Sampaio foi formado, em 1952, na cidade de Braga, no seio do Grupo Folclórico Dr. Gonçalo Sampaio, grupo etnográfico do Baixo Minho. Em 1936, o Dr. Gonçalo Sampaio e o Prof. Mota Leite, dois ilustres historiadores de etnografia, formaram aquele que é hoje o grupo folclórico mais antigo da cidade de Braga e, dadas provas públicas da qualidade deste, surge, em 1952, um novo projeto, o Conjunto de Cavaquinhos Dr. Gonçalo Sampaio.

Este Conjunto foi criado com o único propósito de reativar o uso do cavaquinho, então praticamente limitado aos grupos folclóricos. Surgiu da iniciativa de alguns componentes do Grupo Folclórico, sob a orientação artística de Armindo Maia e com o patrocínio do Dr. Valentim de Almeida e Sousa. Este idealizou para uso exclusivo do Conjunto de Cavaquinhos o trajo com que até agora se vem apresentando em público, recorrendo à prestimosa colaboração da Prof.ª Marília Helena Pereira na aquisição do linho e na confeção das camisas e, ainda, no acompanhamento dos trabalhos de execução, pelas alunas do Colégio da Regeneração, da Rua dos Pelames, dos bordados que as ornamentam.

Interrompida a sua atividade em princípios da década de 60, é retomada em princípios da década de 70 e, novamente, com imediato sucesso, agora sob a orientação artística de Henrique Lima. Com o falecimento deste em 1985, assumiu Sá Fernandes – Presidente do Grupo Folclórico Dr. Gonçalo Sampaio – a direção do Conjunto de Cavaquinhos, função que desempenhou até ao seu falecimento em 2012, tendo-lhe sucedido a sua filha na Direção do Grupo Folclórico e do Conjunto de Cavaquinhos até aos dias de hoje.

É, atualmente, o conjunto de cavaquinhos mais antigo, em funções na cidade de Braga, tendo servido de modelo para muitos outros que entretanto se formaram, quer ao nível de repertório, quer ao nível de apresentação, sendo hoje o seu logótipo (exclusivo) utilizado por outras associações.

Repertório

Malhão minhoto
Fandango minhoto
Senhor da serra
O mar enrola na areia
Real caninha
Vira de Coimbra
Vira de Nazaré
Marcha de Lisboa
Tia Anica
Baila que baila
La paloma e meu cavaquinho

 

 

 

 

Partilhe!

Sem comentários.

Responder