Se está a ver esta mensagem é porque está a utilizar uma versão antiga do Internet Explorer incompatível com o actual site da Fundação A LORD.

Actualize o Internet Explorer para a sua versão mais recente ou instale um dos navegadores de internet abaixo sugeridos por nós:


Internet Explorer

Mozilla Firefox

Google Chrome

Opera

Dinamização da Cultura, da Educação e da Sociedade

O Quebra-Nozes na Fundação A LORD | Reportagem

No dia 17 de Dezembro, a Fundação A LORD teve a honra de receber o Centro de Dança do Porto.

Em época natalícia, nada mais adequado que “O Quebra-Nozes”, um conto de Natal inspirado na obra de Ernst Hoffmann, que deu origem a um bailado com música de Tchaikovsky.

Uma história do século XIX, que tem vindo a fazer sonhar os espectadores de todo o mundo, até aos dias de hoje.

Em plena noite de Natal, Clara e Fritz aguardam ansiosamente os presentes, num cenário iluminado pela árvore de Natal. Eis que surge Drosselmeyer, o estranho padrinho de Clara, que, com a sua magia, encanta o serão. Oferece a Clara um presente especial – um soldado Quebra-Nozes. Fritz, enciumado, tenta tirá-lo e acaba por deixá-lo cair, partindo-o. Clara chora, pensando não ter solução, mas Drosselmeyer consegue consertá-lo. É hora da despedida, as crianças, já ensonadas, despedem-se de Fritz e de Clara e esta vai-se deitar.

Clara acorda a meio da noite com a sensação de que não está só… é então que se depara com gigantescos ratos. De repente, tudo começa a crescer, inclusive o Quebra-Nozes que aparece agora como um boneco gigante que, como na história contada pelo seu padrinho, se envolve numa luta contra o Rei dos Ratos.

Inicia-se, assim, uma viagem pelo Reino da Fantasia, que termina quando Clara acorda, novamente em sua casa, ao lado do seu fiel Príncipe Quebra-Nozes que voltou a ser um boneco, mas não um boneco qualquer, um boneco que a fez sonhar e a levou a lugares longínquos onde a magia e o encanto não tiveram limites.

Foi esta história que cativou uma plateia repleta, numa bela interpretação deste clássico do bailado, com coreografia e direcção artística de Teresa Vieira, figurinos de Natacha Fernandes (CNB) e Teresa Vieira e cenografia de Ricardo Moreira.

Fotos gentilmente cedidas por Paulo Coelho.

Partilhe!

Tags:

Sem comentários.

Responder